Destaques

Portal de Urussanga, uma obra, uma história

portal Retratar a história de uma cidade, sua colonização, cultura e economia em um monumento, certamente não é uma tarefa das mais fáceis.

Mas isso foi feito em Urussanga, com a construção do portal da cidade.

Localizada entre as rodovias SC 446 e SC 445, no trevo de acesso no Bairro da Estação, a obra foi iniciada em agosto de 2008, e teve a parte estrututal finalizada em dezembro.

Segundo Newton Bortolotto, arquiteto responsável, o objetivo era retratar a história de Urussanga e, de uma forma resumida, lembrar fatos e momentos da história do município.

“A minha idéia para o portal era colocar elementos que representassem, senão na íntegra, alguns momentos e fases da história de Urussanga. Por isso, o portal tem uma sequência cronológica, como os tijolos que são antigos, e foram utilizados na construção dos casarões que foram construídos pelos imigrantes, a pedra, que foi utilizada por eles, também está presente nesta obra. Depois, tem um parreiral dividindo o primeiro momento e o momento futuro, e o obelisco com um material moderno, indicando uma seta para o futuro com o nome de Urussanga, feito em aço, que é um material da modernidade. E a parte de baixo que lembra as pétalas de uma Magnólia, flor símbolo de Urussanga. O arco sobre o trilho tem espaço para a passagem do trem de turistas que podem chegar à cidade, passando pelo portal”, afirma Bortolotto.

Assim, dessa forma a obra retrata a vida dos urussanguenses desde a chegada às nossas terras, a passagem pela construção das casas, a cultura do vinho e as indústrias voltadas para o futuro, lado a lado com o turismo.

A parte estrutural está completa, faltando apenas alguns detalhes para a conclusão da obra, como a colocação de um trilho com uma vagoneta de carvão, o brasão da cidade, fazer o paisagismo e a iluminação. Haverá ainda uma espaço disponível para a colocação de símbolos em datas festivas, como por exemplo, na Festa do Vinho,  Ritorno Alle Origini, Natal etc.

Bortolotto lembra que a parte artística que está sendo feita agora traz algumas dificuldades, pois os detalhes, segundo o projeto, podem ser feitos de mosaicos, painéis ou esculturas, mas há falta de profissionais na região que trabalhem com isso, e trazer esses profissionais de fora teria um custo muito elevado. “Estamos buscando sanar essas dificuldades, com o menor custo possível, e pensando que a obra precisa ter uma manutenção com custo baixo”, lembra.

“Com a construção do portal, todo feito com materiais da nossa cultura, nós também mostramos que temos materiais nobres, de boa qualidade que se usados com criatividade resultam em belas obras, como esta que está praticamente pronta”, afirma Bortolotto.

O monumento à história de Urussanga deverá ser entregue em maio deste ano durante a festa Ritorno Alle Origini e terá um investimento de R$ 100 mil até sua conclusão, sendo R$ 70 mil provenientes do Governo do Estado e R$ 30 mil da prefeitura de Urussanga.

portal1